Tarcio Breno | 4:30 PM | 0 comentários

Estudantes brasileiros disputam Olimpíada Latino-Americana de Astronomia.

Cinco estudantes brasileiros estão no Uruguai para representar o país na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (Olaa), que começa hoje (10) e termina no dia 17 de outubro. A Olaa acontece desde 2009, em Montevidéu, e nesses cinco anos de competição, o Brasil já conquistou 13 medalhas de ouro, dez de prata e duas de bronze.
A equipe brasileira foi selecionada com baseado na pontuação obtida na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), de 2013. Os alunos Carolina Lima Guimarães, de Vitória (ES); Lucas Hagemaister, de Porto Alegre (RS); Rafael Charles Heringer Gomes, de Mogi das Cruzes (SP); Romero Moreira Silva, de Itabira (MG); e Wagner Fonseca Rodrigues, de Belo Horizonte (MG), serão liderados pelos astrônomos João Canalle, coordenador da OBA, e Júlio Klafke.
As provas da olimpíada serão divididas em três partes: teórica, prática e de reconhecimento do céu, com etapas individuais e em grupo. Os estudantes também participarão de uma competição de lançamento de foguetes em grupos multinacionais.
A preparação dos alunos aconteceu em Passa Quatro (MG). Eles tiveram uma programação intensiva, com grupos de estudos, oficinas de atividades e observação do céu noturno, com e sem instrumentos, resolução de exercícios e realização de provas simuladas, e aprenderam a montar e a manusear dois tipos de telescópios.
A OBA acontece anualmente, com alunos dos ensinos fundamental e médio de todo o país. Este ano, participaram 772.257 estudantes, de quase 9 mil escolas públicas e particulares, e 62 mil professores auxiliaram na aplicação das provas e competições de foguetes.
Foram distribuídas quase 43 mil medalhas, 10.412 de ouro, 14.451 de prata e 17.693 de bronze. E cinco desses medalhistas devem representar novamente o Brasil, na Olaa de 2015.
Fonte: Uol

Category:

0 comentários