Sobre ser Professor, por Nara Lyra.

Nayany Nirley | 6:19 AM | 0 comentários


Eu sempre quis ser professora. Mentira! Eu queria ser delegada. Na verdade, acho que não escolhemos ser professores, a vida e a alma já escolhem por nós. E essa tal de vocação deve existir mesmo.

Com o passar dos anos, a gente percebe que existe uma linha tênue entre dar aula e ser professor. Dar aula é querer compartilhar conhecimento, propagar a informação, instigar a vontade de aprender. E isso exige preparo, formação, esforço e dedicação. Dar aula é uma atividade, é ação. Ser professor é emoção, muito antes de ser uma profissão. Porque o professor acaba indo além. Além das tarefas estabelecidas em contrato, além das horas pagas no contracheque, além da ideia de que seu trabalho é apenas um meio de pagar as contas.

Professor se envolve, sim. Quer saber o nome, quer saber quem é quem, quer saber as histórias, as origens, os rumos pretendidos. Sofre com as derrotas e vibra com as vitórias dos alunos. Às vezes, corrigimos as provas como quem assiste a um jogo de futebol, se lamentando quando o craque da turma chuta a bola no travessão. Ahhhh!

Professor se envolve, sim. Mesmo quando tenta evitar. Porque estamos lá não apenas para ensinar a matéria, mas ensinar o melhor do pouco que já sabemos sobre a vida. E quando por vezes percebemos que aprendemos com eles também, é bem surreal.

Ser professor é viver muitas vidas além da sua. Vivenciamos o crescimento, as crises, os começos de namoro, as brigas entre amigos, problemas de casa, as angústias, os caminhos obstruídos e/ou desviados pelos acasos da vida.

Professor não tem medo de se expor, de se mostrar humano e vulnerável, quando muitas vezes parecemos carrascos e durões. Não tem medo das unhas sujas pela tinta do lápis, nem dos livros pra carregar, nem da correria pra fechar os diários no fim do ano, nem das provas que parecem dar cria na calada da noite. Mas temos medo de errar. Ah, se temos.

Mas seguimos assim mesmo, porque existe algo bem maior por trás desse nosso medo. Algo que nos torna um tanto quanto imune às adversidades do dia-a-dia, salários brincalhões, governantes descabidos, pendências infindáveis, desprestígio social e ao eterno risco que é tentar ensinar.

15 de Outubro - Nosso dia, o Dia do Professor.

Category:

0 comentários