Microscópios eletrônicos podem enxergar até mesmo um átomo.

Ariele França | 1:14 PM | 0 comentários


Conheça os equipamentos utilizados para visualizar o mundo atômico



Instrumento essencial para a pesquisa científica, o microscópio foi inventado em 1590 pelo holandês Hans Janssen e seu filho Zacharias, à época fabricantes de óculos. Com a montagem de duas lentes dispostas em um cilindro, a invenção da família Janssen permitiu que pequenos objetos, antes invisíveis a olho nu, pudessem ser observados detalhadamente. Contudo, a utilização inicial do microscópio não foi científica. O primeiro a realizar esse feito foi o cientista holandês Antonie von Leeuwenhoek, que no século seguinte conseguiu descrever fibras musculares, espermatozóides e bactérias.
Com a difusão desse importante instrumento de observação, ciências como a biologia celular, por exemplo, tiveram um grande salto em suas pesquisas. Nesse contexto, foi Louis Pasteur o primeiro cientista a provar, no século XIX, que seres invisíveis a olho nu, como os micro-organismos, eram os responsáveis por causar diversas doenças. Na carona de suas descobertas, que ajudaram a salvar vidas, foram abertas as portas para o avanço da microbiologia e da imunologia.
Com o passar dos anos, o microscópio evoluiu, deixando de ser exclusivamente ótico para entrar no mundo da eletrônica. Foi no início dos anos 30 que o alemão Ernest Ruska criou o primeiro telescópio eletrônico, que utilizava no lugar da luz e das lentes convencionais de vidro, feixes de elétrons e lentes eletromagnéticas, permitindo ampliações de até um milhão de vezes. Conforme lembra o físico Armando Dias Tavares, professor do Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), das áreas da biologia e da medicina, o microscópio passou a ser utilizado também em larga escala na pesquisa de novos materiais, expandindo sua aplicação para campos da física, engenharia, geologia, química, farmácia, entre outros.

 * Ariele França, Déborah Thalia,Érika Isabel, Fabíola Morais, Isabelle Dayane e Janaisa.  *


Category:

0 comentários