SISU,PRIMEIRA CHAMADA,VEJAM AS DATAS.

marly | 7:25 AM | 0 comentários


Postado em  12/01/2013 - 17:08

Primeira chamada do SISU será divulgada amanhã

Arquivo
Ufersa oferta 1.190 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu)
O resultado da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação será divulgado nesta segunda-feira, 14. Os convocados devem providenciar a matrícula entre os dias 18 e 22 próximos. A segunda chamada será divulgada no dia 28 deste mês, com matrícula de 1º a 5 de fevereiro.
 Na primeira edição deste ano, a oferta é de 129.319 vagas — 18% a mais em relação a 2012 —, em 3.752 cursos. Ao todo, 101 instituições públicas de educação superior selecionam estudantes por meio do Sisu neste primeiro semestre.
Os candidatos que não forem selecionados nas duas primeiras convocações podem aderir à lista de espera, de 28 próximo a 8 de fevereiro. As instituições de ensino participantes do Sisu usam a lista para convocar candidatos a vagas remanescentes. Caso ainda haja vaga no curso de primeira opção, o candidato será convocado pela instituição que tenha a vaga disponível. Para esse grupo, a convocação começa em 18 de fevereiro.
 O balanço detalhado, com todos os números referentes à primeira edição deste ano do Sisu, será divulgado na segunda-feira, 14.
Inscrições – encerradas as inscrições, às 23h59 da sexta-feira, 11, do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação, foram registrados 1.949.958 inscritos, um crescimento de 11% em relação ao ano passado. Depois de cinco dias, o sistema eletrônico contabilizou 3.801.894 inscrições — a cada candidato foi facultado fazer duas opções de curso.
A primeira edição deste ano do Sisu superou os números do ano passado. Na mesma época, em 2012, o sistema registrou 1.757.399 inscritos. Com a possibilidade de o candidato fazer duas opções, o número total de inscrições chegou a 3.411.111.
Concorrem às vagas aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 e obtiveram nota na redação que não tenha sido zero.
Pela primeira vez, o sistema adota a nova lei de cotas, que prevê reserva de 50% das vagas em instituições federais de ensino superior para alunos que estudaram todo o ensino médio na rede pública de ensino. Esse percentual deve ser atingido até 2016.
Segundo o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, a nota dos alunos cotistas no Enem ficou muito próxima da média geral dos candidatos.

Category:

0 comentários