AVISO AOS NAVEGANTES OU INTERNAUTAS....

marly | 7:11 AM | 0 comentários

Psicólogo faz alerta para exposição na era virtual

E-mail Imprimir PDF
Facebook é uma das redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros (Marcos Lima)O uso das redes sociais já é uma tendência no Brasil. Segundo estudo da comScore, empresa de pesquisa digital, as redes sociais são utilizadas por 90% dos internautas brasileiros. Em junho do ano passado, 43,9 milhões de brasileiros utilizaram pelo menos uma rede social e, em média, cada usuário permaneceu nesses sítios durante 4,7 horas por mês.
Uma das características das redes sociais é a comunicação entre as pessoas. Segundo o psicólogo Alcedir Gabriel, cada pessoa utiliza esse meio como forma de se comunicar. "Há pessoas que usam as redes para se comunicar, outras somente para monitorar a vida de outras pessoas e também têm aquelas que usam para expressar demandas internas. Então, cada um utiliza de acordo com o que deseja", destaca o profissional.
"É muito comum as pessoas aproveitarem as redes para expor demandas, sentimentos, afetos e opiniões, mesmo que muitas vezes não faça isso pessoalmente. Isso acontece porque a comunicação é uma necessidade do ser humano. Cada pessoa se comunica da forma como ela é e ela também mostra isso nas redes sociais", comenta o psicólogo.
Ainda segundo Alcedir, é necessário cautela na exposição. "O que a pessoa deve refletir é de que forma essa exposição nas redes sociais vai ter impacto em sua vida. Um exemplo disso é que muitos setores de relações humanas das empresas acabam monitorando os perfis dos empregados e possíveis empregados, então é preciso ter muito cuidado com o que se faz nesses locais. Cada um deve arcar com sua forma de agir, inclusive nas redes sociais", comenta o psicólogo.  Informações em redes sociais precisam ser verificadasO aumento do uso das redes sociais também fez crescer a quantidade de problemas. Um deles é a falta de segurança das informações. Após um estupro coletivo na Índia, no dia 16 de dezembro, e a morte da garota, no dia 29 de dezembro, começou a circular na rede social Facebook, uma homenagem à jovem indiana.
No entanto, a mensagem trazia a foto de outra indiana e foi compartilhada por milhares de pessoas, já que o caso foi destaque em todo o mundo. O pai da jovem que teve a foto publicada no Facebook denunciou o caso à polícia. Ele disse que a imagem havia sido retirada no perfil de sua filha na rede social e causou muitos constrangimentos.
Segundo o psicólogo Alcedir Gabriel, é necessário checar a veracidade das informações que as pessoas recebem nas redes sociais. "Essa questão das informações é realmente muito complicada, porque não dá para confiar em tudo que se lê na internet, principalmente nas redes sociais. Então a pessoa deve checar a origem e sua confiabilidade. Isso deve ser buscado fora das redes", destaca o psicólogo.
  VI  NO JORNAL MOSSOROENSE

Category:

0 comentários