A problemática do Ensino Médio

marly | 10:04 AM | 0 comentários

Permanência na escola ainda é o maior desafio do Ensino Médio, diz educadora



A representante do Movimento Todos Pela Educação, Wanda Engel, destacou, nesta terça-feira, que a permanência na escola ainda é o maior desafio do ensino médio, apesar da ampliação do acesso. Ela participou de audiência pública da comissão especial que analisa a reforma do ensino médio. A formação dos professores e as alterações curriculares foram as principais mudanças discutidas.
Segundo Wanda, por ano, apenas 50% dos jovens que ingressaram no ensino médio conseguem concluir esse nível de ensino. A educadora acredita que a redução da pobreza passa pela reforma do ensino médio.
"A grande questão é que hoje, no atual estágio da sociedade brasileira, no atual estágio do desenvolvimento econômico, em uma sociedade do conhecimento, o ensino médio é fundamental”, afirma Wanda.“Hoje, para você ser porteiro, para qualquer profissão, para qualquer campo de trabalho, no mínimo, você precisa de um ensino médio. Nós temos hoje o ensino médio praticamente como passaporte mínimo de entrada no mercado de trabalho."
Valorização dos professores
Para o deputado José Linhares (PP-CE), um ensino médio melhor precisa de professores que sejam valorizados. "Não adianta nós querermos fazer a reforma do ensino médio se nós não colocarmos a ênfase no professor. Hoje, o curso de pedagogia não tem nenhum estímulo. Quem não dá para nada vai fazer pedagogia. Então, realmente, degenerou-se."
Além disso, a deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) lembrou que muitos professores não possuem formação específica para a disciplina que oferecem. "Na maioria das cidades brasileiras com cinco mil, seis mil habitantes, o ensino médio não dá para ter um professor formado em física para dar aula só de física: ele vai ter o quê? Seis aulas semanais, oito, dez... Ele vai viver de quê? Ele acaba pegando outras disciplinas, ou o que é pior, um professor de matemática que dá aula de física, ou um engenheiro que pega aquilo como bico."
No ano que vem, a comissão especial continua os debates sobre o tema, promovendo audiências públicas nos estados para discutir a reforma do ensino médio.

Category:

0 comentários